Caso Matheus: após nova busca, arma do crime continua desaparecida

Policiais realizaram uma diligência pelas ruas do Boqueirão, mas não localizaram revólver

Comentar
Compartilhar
11 MAR 201510h59

O revólver calibre 38, utilizado por Jeferson Oliveira da Cruz para assassinar o universitário Matheus Demétrio Soares, segue desaparecido.

Ontem, a Polícia realizou uma nova diligência para buscar a arma pelas galerias pluviais do bairro do Boqueirão, em Santos, onde o autor do crime disse que se desfez do objeto. 

Os trabalhos tiveram início pela manhã e contaram com a presença doe Oliveira da Cruz. Os esforços se concentraram, principalmente, nas ruas Bento de Abreu, Álvares de Azevedo e Amilcar Mendes Gonçalves, onde o rapaz se livrou da arma, na noite de 3 de fevereiro.

As buscas contaram com o auxílio de funcionários da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), da Progresso e Desenvolvimento de Santos (Prodesan) e de agentes de trânsito da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos).

Sem a localização do revólver, os trabalhos foram encerrados à noite. A Polícia Civil aguarda uma posição da Prefeitura de Santos para realizar novas interdições no bairro e seguir com as buscas.

Funcionários da Prodesan realizaram limpeza das galerias pluviais para tentar localizar arma (Foto: Matheus Tagé/DL)

Na última segunda-feira, dia 9, o delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Luiz Ricardo Lara Dias Júnior, responsável pelo caso, disse ao Diário do Litoral que a Polícia Civil irá prosseguir com diligências até que “técnicos derem por fim as buscas, lastreados por informações técnicas, que digam que a arma não poderá ser localizada”.

Crime

Matheus Demétrio Soares, de 19 anos, foi baleado e morreu em frente à Universidade Santa Cecília, na Rua Oswaldo Cruz, no bairro Boqueirão, em Santos, na noite do dia 3 de fevereiro. Ele cursava o 2º ano de Sistemas de Informação e foi alvejado pelas costas.

Os estudantes da universidade estavam reunidos em uma festa de um bloco de Carnaval, que ocorria no local. Jeferson Oliveira da Cruz, 20 anos, abordou o universitário já com a arma em punho. Ele tentou roubar uma corrente do estudante e, após a vítima realizar um movimento brusco, o baleou nas costas.

Viaturas da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram deslocadas para prestar atendimento, porém o rapaz não resistiu e morreu no local.