Caminhoneiro é mantido refém por 8h durante roubo de carga em Santos

Trinta e três toneladas de açúcar foram subtraídas pelos bandidos; durante o período como refém a vítima ficou com a cabeça coberta

Comentar
Compartilhar
22 FEV 2017Por Gilmar Alves Jr.18h23
O caso foi registrado no 5º Distrito Policial (Bom Retiro) e será investigado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de SantosO caso foi registrado no 5º Distrito Policial (Bom Retiro) e será investigado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de SantosFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Um motorista de caminhão de Botucatu (interior paulista) foi sequestrado na noite de terça-feira (21), por volta das 23h, quando aguardava para descarregar uma carga de açúcar em um terminal portuário na Alemoa, em Santos. Ele foi mantido refém por oito horas, até ser libertado na manhã desta quarta (22), no Jardim São Manoel. Trinta e três toneladas de açúcar foram roubadas no crime.

Ao comparecer ao 5º Distrito Policial de Santos (Bom Retiro), o motorista relatou que foi mantido com a cabeça coberta por um pano durante todo o roubo, o que o impediu de ver os rostos dos criminosos. A vítima não sofreu ferimentos.

O caminhoneiro disse que aguardava na Rua do Meio uma autorização para descarregar no terminal quando foi rendido por três bandidos, dois deles portando armas de fogo.

Os criminosos armados assumiram a direção do caminhão e o conduziram um matagal, onde outros dois bandidos, se alternando, mantiveram a vítima como refém. No assalto o celular e R$ 250,00 do motorista também foram subtraídos.

Após a vítima ser libertada, a PM localizou o caminhão-reboque no Jardim São Manoel. O tacógrafo estava danificado e foram levados pelos bandidos o aparelho de som e a placa do reboque.

O inquérito do caso será conduzido pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos.