Câmera mostra Kauani sendo carregada por acusado pelo assassinato em Mongaguá; veja vídeo

Imagens auxiliaram a Polícia Civil a esclarecer a autoria do crime

Comentar
Compartilhar
23 ABR 2019Por Gilmar Alves Jr.16h15
Acusado caminha carregando a vítima pela Rua Virgílio Dias de Oliveira durante sequestroAcusado caminha carregando a vítima pela Rua Virgílio Dias de Oliveira durante sequestroFoto: Reprodução

Imagens de monitoramento de uma câmera da Prefeitura de Mongaguá mostram a estudante Kauani Christiny Soares Rodrigues, de 6 anos, sendo carregada enquanto era sequestrada pelo acusado pelo assassinato, Rodrigo de Paula Sales, de 28, na madrugada de quarta-feira (17).

Ele caminha carregando a vítima pela Rua Virgílio Dias de Oliveira, a menos de 100 metros da avenida da Orla, em direção à antiga linha férrea. .

As imagens, detectadas após dias de análises da Guarda Municipal, chegaram à Polícia Civil na manhã desta segunda-feira (22) e auxiliaram no esclarecimento da autoria do homicídio.

Exame necroscópico

O corpo da Kauani está no Instituto Médico-Legal (IML) de Praia Grande para exame necroscópico e a Polícia Civil apura se ela foi asfixiada mediante esganadura e jogada em um córrego. 

Uma outra hipótese sob apuração para a causa da morte é a de que tenha sido por afogamento após ser jogada na vala. O IML também irá apontar se a menina foi violentada sexualmente. 

Confissão

Sales confessou que cometeu o crime por vingança, após participar de uma festa na casa onde menina morava, em uma ocupação irregular na Orla de Mongaguá. Ele a sequestrou na madrugada de quarta-feira (17).

Na quinta-feira (18), o morador de rua chegou a ser ouvido pela Polícia Civil, mas foi liberado, pois não havia ainda indícios do envolvimento dele.

A análise das imagens de monitoramento levaram a novas suspeitas sobre Sales e no início da tarde desta segunda-feira (22) ele foi localizado e admitiu na mesma tarde o crime.