Boliviano é autuado por vender comida vencida

Durante a vistoria, os policiais apreenderam 132 quilos de alimentos com prazo de validade vencido.

Comentar
Compartilhar
09 DEZ 201220h28

Na manhã da última sexta feira (07), policiais civis do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DDPC) prenderam em flagrante o gerente de um restaurante japonês, em Moema, zona sul da Capital. O estabelecimento vendia comida em condições impróprias para o consumo.

Durante a vistoria, os policiais apreenderam 132 quilos de alimentos - carnes, vegetais, peixes e frutos do mar - com prazo de validade vencido ou sem as devidas informações de origem e data de fabricação.

O boliviano E.A.C.G., de 53 anos, gerente do restaurante, acompanhou os policiais durante a revista. O local também tinha irregularidades com utensílios e instalações precárias e falta de higiene, o que fez a Coordenadoria de Vigilância Sanitária (COVISA) interditar o estabelecimento.

E.A.C.G. foi autuado por crime contra as relações de consumo e pagou fiança para responder em liberdade.

Os alimentos estavam com prazo de validade vencido (Foto: Divulgação)

Colunas

Contraponto