Bando é preso após dois assaltos seguidos em Praia Grande

A Polícia Militar, com apoio da Guarda Municipal, realizou um cerco para evitar a fuga dos cinco assaltantes, dois deles adolescentes

Comentar
Compartilhar
07 FEV 2017Por Gilmar Alves Jr.19h53
Os policiais recuperaram pertences que seriam levados pelos assaltantes e apreenderam arma de fogo usada no crimeOs policiais recuperaram pertences que seriam levados pelos assaltantes e apreenderam arma de fogo usada no crimeFoto: Divulgação/Polícia Militar

Três adultos e dois adolescentes foram detidos no início da manhã desta terça-feira (7) após dois assaltos consecutivos em Praia Grande. No segundo roubo, o bando chegou a manter turistas reféns em uma casa na Rua Afonso Bovero, no Ocian. Um cerco realizado pela Polícia Militar, com apoio da Guarda Municipal, evitou a fuga dos ladrões, que tentavam fugir por um telhado e pelos fundos de uma casa.

Responsável pela ação que resultou no flagrante, o tenente Nilson Farias, do 45º BPM/I, informou que quatro viaturas da PM e duas da Guarda Municipal foram utilizadas para o cerco. "Fechamos a quadra", frisou.

Os primeiros a serem detidos foram um rapaz de 19 anos e um adolescente de 17, que estavam na lavanderia de uma casa. No telhado de uma outra residência foram capturados dois adultos, de 21 e 20 anos, e um adolescente de 17. Em uma busca no telhado, os PMs apreenderam um revólver de calibre 38 que era dividido pelo bando para as ameaças contra as vítimas.

Agressivos. Mantido refém no roubo a residência, o proprietário – um guarda municipal do interior paulista – declarou à polícia que os bandidos foram bastante agressivos. Ele disse que foi ameaçado de morte "o tempo inteiro", assim como sua mulher e sua filha adolescente.  

Os bandidos separaram diversos objetos, mas nada chegou a ser subtraído da família. O guarda disse à polícia que foi rendido quando saía com seu veículo. O bando chegou em um Palio cinza.

Com este mesmo veículo os criminosos assaltaram dois homens na Vila Caiçara, quando tentaram invadir uma residência, mas não conseguiram. As vítimas saíam para trabalhar quando foram rendidas. Quatro ladrões saíram do Palio, enquanto um deles permaneceu no banco de motorista.

Um dos bandidos deu uma coronhada na cabeça de uma das vítimas, que se recusou a entregar a chave da casa. O bando se apoderou de uma bolsa e dos celulares dos homens e fugiu rumo à segunda investida criminosa. O flagrante foi registrado na Delegacia Sede de Praia Grande.