Apreensão de adolescentes cresce em janeiro no RJ

O número de homicídios decorrentes de intervenção policial, o chamado auto de resistência, foi outro índice que cresceu entre janeiro de 2014

Comentar
Compartilhar
23 FEV 201518h31

Os casos de roubo de telefone celular no Rio praticamente dobraram em janeiro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram registrados 473 casos em janeiro de 2014 e 920 em 2015 (aumento de 94,5%), segundo as estatísticas divulgadas nesta segunda-feira pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), órgão ligado à Secretaria Estadual de Segurança. Outro tipo de crime que aumentou no comparativo entre esses dois meses foi o roubo de cargas, que cresceu 49,9%: foram 489 casos em janeiro de 2014 e 733 em janeiro deste ano.

O número de crianças e adolescentes apreendidos pela polícia também cresceu: 562 em janeiro de 2014 e 774 no mesmo período deste ano, aumento de 37,7%. No início deste ano, após denúncias da realização de arrastões nas praias da zona sul, a Polícia Militar promoveu blitze para deter acusados de crimes em ônibus que circulam entre as zonas norte e sul.

O número de homicídios decorrentes de intervenção policial, o chamado auto de resistência, foi outro índice que cresceu entre janeiro de 2014 e o mesmo mês deste ano. Foram 50 casos em 2014 e 64 neste ano, aumento de 28%. O ISP considera que o universo de episódios de autos de resistência é muito pequeno para permitir a análise da evolução porcentual.