Apreendidas mais de 1,4 mil porções de entorpecentes

Ações em Guarujá e Santos fizeram parte de operação regional deflagrada pela Polícia Civil

Comentar
Compartilhar
16 ABR 201411h39

Operação da Polícia Civil na Baixada Santista e no Vale do Ribeira apreendeu mais de 1,4 mil porções de drogas nas cidades de Guarujá e Santos. A blitz, cujo objetivo foi retirar criminosos de circulação, ocorreu entre 0h e 17h de ontem nos 23 municípios de abrangência do Departamento de Polícia Judiciária do Interior-6 (Deinter-6).

O balanço final da operação deverá ser divulgado hoje

Em Guarujá, policiais da Delegacia Sede apreenderam 990 cápsulas de cocaína e 113 pedras de crack, o que resultou na prisão em flagrante de um rapaz de 21 anos, apontado como líder do tráfico de drogas no Perequê.

Sob o comando do delegado Sergio Lemos Nassur e do investigador Paulo Carvalhal, os policiais Jairo de Paula e Liliana Santos surpreenderam o acusado às 9h de ontem no barraco onde ele morava e armazenava os tóxicos. Um réplica de carabina, dois rádios comunicadores e dois celulares também foram apreendidos.

Em um apartamento na Vila São Jorge, em Santos, policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) apreenderam 322 frascos de lança-perfume e detiveram um rapaz de 27 anos. Ele admitiu que vendia cada frasco por R$ 150,00 em bailes.

Investigadores apreenderam 990 cápsulas de cocaína, 113 pedras de crack e detiveram gerente do tráfico (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O mandado de busca e apreensão foi cumprido pelos investigadores Fernando Morge e Rita Cardoso sob o comando do delegado Francisco Garrido e do investigador Paulo Álvaro  Ribeiro.