Aposentado acusa família de furtar galinha, atira em casal e diz que vai matá-los em Itanhaém

Familiares do casal alegam que o autor disparo já havia se envolvido em uma discussão antes de abrir fogo

Comentar
Compartilhar
28 SET 2020Por Da Reportagem17h33
Reprodução da arma utilizada pelo aposentadoFoto: Reprodução

Um aposentado, de 58 anos, foi preso após balear um casal na tarde deste domingo (27) em Itanhaém. Segundo testemunhas, as vítimas foram um homem de 28 anos e uma mulher de 20, surpreendidos pelo aposentado ao chegarem a casa da mãe da mulher, na Travessa Quatorze, no bairro Savoy. Familiares do casal alegam que o autor disparo já havia se envolvido em uma discussão mais cedo. O aposentado, por sua vez, afirma que o casal estava parado em posição suspeita em frente a sua residência e acusa a família de roubar uma galinha de sua casa.

Policiais militares, acionados pelo Copom, relatam que, ao chegarem ao local dos disparos, encontraram uma moto Honda CG/125 Titan preta, com placa modificada e sem chave (ligada por meio de ligação direta) caída no chão e suja de sangue e que foram informados por populares de que duas pessoas haviam sido atingidas por disparos de arma de fogo.

Os PMs se depararam com uma das vítimas, a mulher de 20 anos, que estava deitada no quintal da residência de frente a onde tiros foram disparados. Ela foi atingida nas costas. Eles ainda foram informados que o homem, que também foi alvejado, fugiu por uma rua lateral. Ele foi localizado com o apoio de uma segunda viatura. Os atingiram o braço do homem e o peito de raspão. Ambos foram socorridos e encaminhados a UPA de Itanhaém.

As vítimas afirmaram que os tiros partiram do homem que estava na chácara do outro lado da rua. Diante dos fatos, os policiais fizeram contato com o acusado que alegou que ter sido vítima de uma tentativa de roubo por parte, ao ver os dois em atitude suspeita parados na porta de sua residência. Ele afirma ainda que o condutor da moto teria sacado uma arma de fogo e apontado para ele.

Nesse momento, o aposentado disse aos policiais que retornou a sua residência e pegou seu revólver, de Calibre 22, e efetuou sete disparos na direção do casal. A arma do aposentado foi apreendida.

Uma das testemunhas que estava na casa da mãe da vítima dos disparos afirmou que o aposentado já havia se envolvido em uma discussão com a família da mulher de 20 anos e que os acusava de terem furtado uma de suas galinhas. Ela diz ainda que viu o momento em que o aposentado se preparava para efetuar os disparos e que tentou impedi-lo, mas foi ameaçado também e nada pode fazer para impedir.

O casal ainda teria sido ameaçado pelo aposentado na porta da delegacia. "Você vai ver. Eu vou te matar. Eu vou atrás de você", teria dito o homem de 58 anos.

O aposentado foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio na Delegacia Seccional de Itanhaém e encaminhado à Cadeia Pública de Peruíbe.