Ajudante é preso após matar chef de cozinha em restaurante

O ajudante de cozinha C.A.S., de 38 anos, foi preso em flagrante, às 19h58 de quarta-feira (12).

Comentar
Compartilhar
14 DEZ 201200h14

O ajudante de cozinha C.A.S., de 38 anos, foi preso em flagrante, às 19h58 de quarta-feira (12), após matar a facadas um chef de cozinha, de 43 anos, dentro do restaurante de um hotel, na Alameda Campinas, nos Jardins, centro da Capital.

Um garçom, de 31 anos, pediu ajuda aos policiais da 1º Companhia do 49º Batalhão de Policia Militar Metropolitano (49º BPM/M) que passavam pelo local. Ele disse que estava sendo seguido pelo suspeito que teria acabado de matar seu chefe.

Os PMs desceram Alameda Joaquim Eugênio de Lima e, na metade do quarteirão, encontraram um cozinheiro, de 44 anos. Ele disse que o ajudante de cozinha estava com a roupa suja de sangue e com uma faca na mão, subindo a rua.

Durante as buscas, os policiais detiveram C.A.S., escondido na garagem de uma casa. Questionado, ele confessou ter matado o chef de cozinha com uma faca. A arma usada no crime não foi localizada.

A vítima foi encontrada morta, com inúmeras perfurações, dentro do restaurante. A motivação do crime não foi esclarecida pelo suspeito.

Segundo os colegas de trabalho, o ajudante de cozinha estava há 8 meses na empresa e o chef tinha mais de 20 anos de serviço.

C.A.S. foi preso em flagrante, levado ao 78º Distrito Policial (Jardins) e indiciado por homicídio qualificado consumado. Ele está preso, à disposição da Justiça.