Agentes apreendem drogas e celulares no CPP de Mongaguá

Servidor escalado para uma das torres de vigilância do presídio observou uma movimentação suspeita nos arredores da unidade prisional

Comentar
Compartilhar
25 JAN 2019Por Da Reportagem16h20
O material apreendido foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Sede de MongaguáFoto: Divulgação/SAP

Agentes de segurança apreenderam 8 celulares e 660 gramas de entorpecentes no Centro de Progressão Penitenciária "Dr. Rubens Aleixo Sendin, o CPP de Mongaguá, na madrugada desta sexta-feira (25).

Por volta das 2h, o agente escalado para uma das torres de vigilância do presídio observou uma movimentação suspeita nos arredores do CPP e, imediatamente, acionou o alarme de segurança e enviou comunicados para a direção do estabelecimento penal, assim como para a Polícia Militar. Indivíduos externos não identificados arremessavam pacotes com material ilícito pelos alambrados da unidade e, ao perceberem o flagrante, fugiram.

A equipe de inspeção chegou ao local e encontrou seis invólucros que continham 8 aparelhos de celular com 4 baterias e 7 carregadores, além de 335 gramas de maconha e de 325 gramas de cocaína.

O material apreendido foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Sede de Mongaguá, onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência. A direção da unidade prisional enviou comunicado para a Vara de Execuções Criminais, além de instaurar Procedimento Disciplinar Apuratório.

 

 

Colunas

Contraponto