Adolescente é morto após apontar arma contra a PM em Cubatão

Perseguição ocorreu em uma área de mata no Jardim São Francisco; droga foi apreendida

Comentar
Compartilhar
17 JUL 2019Por Gilmar Alves Jr.19h44
Caso ocorreu na noite de terça-feira (16) e foi registrada na Delegacia Sede de CubatãoFoto: Reprodução/Google Maps

Um adolescente que portava uma pistola furtada e mais de 150 cápsulas de cocaína foi morto pela Polícia Militar ao resistir a uma perseguição na noite de terça-feira (16) em uma área de mata no Jardim São Francisco, em Cubatão. 

A perseguição começou quando o menor, que tinha 15 anos, foi visto em atitudes suspeitas com um saco escuro nas costas na Rua Waldemar Luis Martins, no Conjunto Residencial Afonso Schmidt. 

Ao perceber a aproximação dos dois policiais da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam), o menor correu para uma mata e conseguiu se esconder por alguns minutos. 

Os PMs prosseguiram as buscas em incursão na vegetação e, apesar da baixa luminosidade, encontraram o adolescente, que se levantou repentinamente de um buraco e apontou a arma em direção a eles, segundo narraram os agentes de segurança na Delegacia de Cubatão. 

Ainda conforme declararam os PMs, diante do iminente risco, cada um deles atirou duas vezes na direção do suspeito, que caiu na vegetação. 

Um dos disparos atingiu o tórax e outro o braço direito do adolescente, que faleceu no local, conforme constatou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). 

Após a apreensão da pistola que o menor portava, os policiais constataram que ela pertence à PM e fora furtada em 2014, conforme boletim de ocorrência registrado no 63º Distrito Policial (Vila Jacuí), na Zona Leste da capital.

Na sacola que ele carregava havia 157 cápsulas de cocaína e R$ 42,00. 

O caso foi registrado como morte decorrente de intervenção policial, tráfico de drogas e resistência.

Colunas

Contraponto