Acusado de ser gerente de ponto de tráfico em Itanhaém é preso em SP

Após buscas em quatro endereços, policiais civis chegaram à casa onde ele estava, em Itaquera; o acusado dormia quando foi surpreendido

Comentar
Compartilhar
30 OUT 2019Por Gilmar Alves Jr.17h56
O rapaz foi surpreendido pelos policiais civis às 9h desta quarta-feira (30)Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um rapaz de 21 anos, acusado de ser gerente de um ponto de tráfico de drogas no bairro Belas Artes, em Itanhaém, foi preso pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (30) em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo.

A prisão foi resultado de apurações da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Itanhaém, que para realizar a captura contou com apoio de policiais do Departamento de Operações Especiais e Estratégias de São Paulo (Dope) e do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra).

O rapaz dormia quando foi surpreendido pelos policiais, às 9h, em uma casa na Rua Henrique Faria.
Antes de localizar o acusado, a equipe do delegado Bruno Mateo Lázaro, titular da Dise de Itanhaém, chegou a ir em quatro endereços.

Os investigadores descobriram o endereço em Itaquera ao falarem com a mãe do rapaz.

Ao cumprirem a ordem de prisão temporária e o mandado de busca e apreensão, os policiais apreenderam dois celulares, que serão submetidos a perícias do Instituto de Criminalística (IC).

Após o registro da captura na Dise, o detido foi recolhido à cadeia de Peruíbe.

Operação
Segundo a assessoria de imprensa do Departamento de Polícia Judiciária do Interior-6 (Deinter-6), a investigação contra o acusado de gerenciar o tráfico avançou durante a operação regional de 24 horas deflagrada entre os dias 23 e 24 de outubro.

Ainda de acordo com o Deinter-6, o acusado responderá por tráfico de drogas e associação ao tráfico.