Acusado de roubar R$ 10,5 mil de estudante é preso na Zona Noroeste de Santos

Segundo a polícia, após render a vítima o homem, de 34 anos, transferiu o dinheiro dela para a sua própria corrente

Comentar
Compartilhar
30 OUT 2020Por Gilmar Alves Jr.17h41
Apesar dos indícios reunidos na investigação, o acusado nega que fez as transferênciasFoto: Agência Brasil

Um assalto a uma estudante na Zona Noroeste deixou rastros bancários claros, que levaram o autor, um ajudante geral, de 34 anos, a ser identificado e preso pela Polícia Civil. Utilizando o celular que subtraiu da vítima, no último dia 19, o bandido fez diversas transferências, que somaram R$ 10,5 mil, para sua própria corrente. Em consequência das investigações realizadas pelo 5° Distrito Policial (Bom Retiro), o ajudante geral foi preso temporariamente na tarde de quinta-feira (29) no Rádio Clube.

Segundo a Polícia Civil, a prisão temporária já foi convertida em preventiva pela Justiça.

Apesar dos claros indícios das transferências criminosas, segundo a polícia, o acusado nega que as tenha feito.

O assalto ocorreu na noite do dia 19, na Rua Dom Jayme de Barros Câmara, no Jardim Castelo. Usando uma bicicleta, segundo a vítima, o bandido se aproximou e mediante ameaça com arma de fogo subtraiu o celular dela.

No dia seguinte ao roubo, a estudante constatou todas as movimentações ilícitas em sua conta bancária.

Através do CPF da conta destino com as transações e de outros dados obtidos, a equipe do delegado Marcos Alexandre Alfino, titular do 5° DP, e do investigador-chefe, Sergio Douglas Bento, identificou o acusado pelo roubo e providenciou reconhecimento da vítima, que foi positivo.

Alfino requereu ao Poder Judiciário um mandado de busca e apreensão para a casa do acusado, bem como a prisão temporária. Na residência do rapaz foi apreendida uma bicicleta.

“Também foi requerido, através de medida cautelar, o sequestro dos valores existentes na conta bancária do autor, sendo tal medida também acatada pelo juízo competente”, informou a assessoria de imprensa do Departamento de Polícia Judiciária do Interior-6 (Deinter-6).