Acusado de matar a mulher a facadas é preso

Prisão ocorreu na Bahia. O crime ocorreu em 2012, em Guarujá. Segundo a Polícia Civil, o acusado tinha ciúme excessivo da vítima e a matou durante uma discussão

Comentar
Compartilhar
24 ABR 201412h07

Procurado pela Justiça sob a acusação de ter assassinado a própria companheira em Guarujá, um lavrador de 25 anos foi preso na Bahia, no município de Paripiranga. Ele foi levado para a delegacia daquela cidade após praticar um roubo a um posto da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba).

O homicídio atribuído ao lavrador ocorreu em 17 de junho de 2012, na Favela do Areião. A vítima, Luciana Andrade de Jesus, de 36 anos, foi encontrada morta com ferimentos provocados por facadas.

No inquérito que apurou o caso, a equipe do delegado titular de Guarujá, Cláudio Rossi, e do investigador-chefe, Paulo Carvalhal, apurou junto a testemunhas que o lavrador foi o autor do crime.

De acordo com Carvalhal, o acusado tinha ciúme excessivo de Luciana e decidiu matá-la durante uma discussão conjugal.

O lavrador teve a prisão preventiva decretada pela Justiça em 2012, mas não foi encontrado apesar de diversas diligências. Segundo Carvalhal, informações colhidas nas buscas indicaram que o autor do crime fugiu para a Bahia.

Diante dessas informações, uma fotografia do  lavrador e dados do crime foram enviados para a Secretaria da Segurança Pública (SSP) da Bahia.

Interrogatório

Ao ser interrogado sobre o homicídio na Delegacia de Paripiranga, o acusado se contradisse nas declarações. Inicialmente, ele admitiu o crime, mas depois passou a negar.