Acusado de homicídio a tiro após manobras perigosas no trânsito, procurado é preso em PG

O crime ocorreu em Osasco após o acusado não gostar de ter sido repreendido

Comentar
Compartilhar
16 ABR 2021Por Gilmar Alves Jr.20h28
Arma usada no crime foi apreendida pelos policiais da 2ª Delegacia (Entorpecentes) da Deic da BaixadaArma usada no crime foi apreendida pelos policiais da 2ª Delegacia (Entorpecentes) da Deic da BaixadaFoto: Divulgação/Polícia Civil

Procurado pela Justiça por um homicídio a tiro em Osasco após fazer manobras perigosas no trânsito, um rapaz de 22 anos foi capturado na noite de quinta-feira (15), em Praia Grande, por policiais da 2ª Delegacia (Entorpecentes) da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) regional.

A vítima do assassinado foi Rogério Rodrigues da Silva, de 32 anos, que havia repreendido o acusado após ele realizar manobras de "cavalo de pau" no Palio que conduzia. 

Após ser descoberto em Praia Grande, na Rua Rachel de Queiroz, no Melvi, ele revelou que arma que utilizou no homicídio estava escondida na casa onde estava morando, na Avenida Milena Perutich, no mesmo bairro de Praia Grande.

No imóvel, os investigadores apreenderam um revólver de calibre 38 com dez munições intactas e sete deflagradas, do mesmo calibre, em meio a roupas no quarto. Ainda foi realizada a apreensão de três celulares, seis relógios de pulso e quatro correntinhas.

A captura do procurado, que tinha a prisão preventiva decretada pela Vara do Júri de Osasco, foi resultado de dias de investigação de campo sob o comando do delegado Rubens Eduardo Barazal Teixeira e do investigador-chefe, Luiz Fonseca.

Após reunirem diversas informações sobre o alvo da diligência, os investigadores montaram uma campana em viatura descaracterizada na noite de quinta-feira e conseguiram surpreender o procurado.

Em uma breve conversa, ele admitiu sua condição de procurado pelo homicídio em Osasco e revelou onde estava a arma do crime.