Ações da Polícia Civil contra o tráfico em Guarujá e Santos prendem três

No Mangue Seco, em Guarujá, houve apreensão em ponto de armazenamento de drogas do PCC; acusado chegou a empurrar um policial

Comentar
Compartilhar
10 SET 2020Por Gilmar Alves Jr.20h04
Mais de dois quilos de drogas foram apreendidos no local mantido pelo PCCFoto: Divulgação/Polícia Civil

Em ações deflagradas contra o tráfico de drogas em Guarujá e em Santos, policiais da 1ª Delegacia da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) regional detiveram três pessoas entre sexta-feira (4) e esta quarta-feira (9). Mais de dois quilos de drogas a granel, dezenas de porções prontas para venda, anotações do tráfico, entre outros objetos relacionados ao crime foram apreendidos.

Na ação em Guarujá, no Mangue Seco, os policiais, sob a coordenação do delegado Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior, titular da delegacia, e do investigador-chefe, Paulo Carvalhal, apreenderam drogas em um ponto de armazenamento de drogas do Primeiro Comando da Capital (PCC) e prenderam um acusado, de 23 anos. O imóvel, na Rua dos Jaranás, foi descoberto na manhã do dia 4, após os policiais se depararem com o suspeito, que tentou fugir e entrou pela janela do local.

“Uma parte da equipe seguiu pelo caminho no qual o suspeito estava e apreendeu a bolsa que continha drogas embaladas dentro dela, enquanto outra parte da equipe foi pela parte da frente da casa e encontrou o indiciado saindo pela porta da frente. Neste momento, mesmo identificados como policiais civis e novamente dada ordem de parada, o rapaz tentou fugir empurrando um dos policiais, mas foi contido e detido”, afirmam os investigadores.

Em vistoria na residência, a equipe da 1ª Delegacia encontrou documentos do acusado, mais drogas e metade de um tijolo de cocaína com alta concentração, com sinais de que pertence ao PCC, e caderneta com anotações do tráfico.

Ao ser questionado, o detido disse que não morava no local e depois nada mais declarou. Ele foi autuado em flagrante pelo delegado adjunto Leonardo Amorim Nunes Rivau e removido à cadeia.

Já no Chico de Paula, durante a manhã desta quarta-feira, a ação ocorreu na porta de um comércio montado em uma garagem na Travessa São Jorge. Uma procurada pela Justiça por tráfico de drogas e associação, de 37 anos, e a responsável pelo imóvel, de 38, foram autuadas em flagrante pela comercialização de tóxicos.

A procurada estava sentada em uma cadeira e demonstrou susto ao perceber a viatura policial. Durante a abordagem, os policiais logo identificaram a condição de procurada pela Justiça, conforme mandado da 2ª Vara Criminal de Registro.

Em uma bolsa próximo a mulher os investigadores apreenderam porções de cocaína e maconha. Já na pochete que ela carregava havia mais porções de cocaína, maconha e crack, R$ 253,00 e um celulares.

A mulher disse que não havia mais drogas na casa, mas os policiais encontraram ainda dois galões com lança-perfume, 57 frascos da mesma droga, materiais relacionados ao tráfico como balanças de precisão e embalagens plásticas, bem como diversas anotações. A moradora responsável pelo imóvel também foi autuada por tráfico de drogas, conforme decisão do delegado adjunto Luiz Eduardo Lino de Souza.