X

Emprego

Trabalho que não exige qualificação cresce após crise

As profissões que mais cresceram foram as de ajudantes de construção de edifícios, vendedores ambulantes (exceto os que comercializam comidas) e trabalhadores de agricultura

Folhapress

Publicado em 25/07/2018 às 22:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Os trabalhos que não exigem qualificação cresceram no País após a crise / Agência Brasil

Mais de 50% dos profissionais que atuam por conta própria em áreas que não exigem nenhuma qualificação trabalham dessa forma devido às consequências da crise econômica.

Essa é a conclusão de um levantamento realizado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) com base em pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2017.

Desde 2015, as profissões que mais cresceram foram as de ajudantes de construção de edifícios, vendedores ambulantes (exceto os que comercializam comidas) e trabalhadores de agricultura. Todas elas se caracterizam pelas condições precárias de salário e ausência de direitos trabalhistas.

De acordo com a pesquisa, no final do mês os trabalhadores recebem em média R$ 722. O valor é menor do que o salário mínimo, que atualmente é de R$ 954.

Mulheres e homens negros são os que menos têm dinheiro. No mês, ganham R$ 491 e R$ 679, respectivamente, em média. Para Gustavo Monteiro, técnico do Núcleo de Produção de Informação do Dieese, há anos esse cenário não era tão preocupante. "Os trabalhadores não têm quase nada de renda e seguem sem nenhuma perspectiva", diz.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Primeiro restaurante oficial do Bob Esponja no mundo abre em São Paulo

O empreendimento terá capacidade para mais de 250 pessoas e contará com vários ambientes, incluindo espaço kids

Cotidiano

Vila dos Criadores fará parte da Poligonal do Porto de Santos

O pedido foi feito em Brasília, na última quarta-feira, pelo presidente da Autoridade Portuária de Santos e foi atendido pelo ministro de Portos e Aeroportos

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter