Criação de empregos tem pior desempenho para meses de abril desde 1999

Em março, a situação foi parecida. Foram criadas 13.117 postos formais de trabalho: o pior para o mês, desde 1999- quando foram fechadas mais de 76 mil vagas com carteira assinada

Comentar
Compartilhar
21 MAI 201414h43

Durante o mês de abril, foram criados 105.384 novos empregos formais, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O número, divulgado hoje (21) pelo Ministério do Trabalho e Emprego, é resultante da diferença entre as 1.862.515 admissões e 1.757.131 demissões registradas no país durante o mês. No acumulado do ano, foram gerados 458.145 novos empregos com carteira assinada.

Em abril do ano passado, haviam sido criados 196.913 empregos com carteira assinada. O último resultado pior do que o de abril de 2014 foi registrado no mesmo período de 1999, quando foram criadas 57.543 novas vagas. Em março, a situação foi parecida. Foram criadas 13.117 postos formais de trabalho: o pior para o mês, desde 1999 - quando foram fechadas mais de 76 mil vagas com carteira assinada. Considerando o período entre 2011 e 2014, o saldo de admissões está em 4.959.039.

Durante o mês de abril, foram criados 105.384 novos empregos formais (Foto: Matheus Tagé/DL)