X

A vereadora Andressa Salles (PSB), líder do prefeito Valter Suman na Câmara de Guarujá, se mostrou irritada na última sessão de terça-feira com a suposta atitude de alguns secretários que estariam colocando funcionários comissionados para, no horário de expediente, frequentar as sessões para ‘vigiar’ o parlamento. Andressa chegou a citar, nominalmente, o secretário Hassen Ahmad Hammoud, de infraestrutura urbana.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Praia Grande recebe quarta edição do Meeting Arq Experience

Evento, que este ano tem entrada social, reúne grande nomes da arquitetura nacional abordando temas como marketing, empreendedorismo, sustentabilidade e inclusão

LEGISLAÇÃO

Em Guarujá, Suman sanciona lei para combater assédio sexual em ônibus

De autoria do vereador Mário Lúcio da Conceição, a texto cria o Programa de Combate ao Assédio Sexual no Transporte Coletivo

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software