Tite reduz ritmo, mas Marcelo treina forte e se credencia para as quartas

Pelo segundo dia consecutivo, o lateral esquerdo participou normalmente das atividades com bola com jogadores reservas em ritmo forte

Comentar
Compartilhar
04 JUL 2018Por Folhapress20h00
Marcelo se lesionou diante da SérviaMarcelo se lesionou diante da SérviaFoto: Divulgação/MoWa Press

A Seleção Brasileira trabalhou nesta quarta-feira, em Sochi (4), e reforçou uma postura da comissão técnica desde as lesões de Danilo e Douglas Costa. Pelo segundo dia seguido, os titulares fizeram atividades leves e priorizaram a recuperação na antevéspera do duelo de sexta (6), contra a Bélgica, pelas quartas de final. A maior preocupação está com Paulinho, com maior índice de desgaste, mas a boa notícia fica por conta de Marcelo.

Pelo segundo dia consecutivo, o lateral esquerdo participou normalmente das atividades com bola com jogadores reservas em ritmo forte e abriu caminho para uma possível volta ao time titular. Marcelo se lesionou diante da Sérvia, com uma lombalgia, e foi reserva diante do México. Tite avaliou que ele não tinha condições de suportar mais de 60 minutos na partida contra os mexicanos.

A bola agora fica dividida entre Marcelo e Filipe Luís, que agradou nos últimos dois jogos. Mas a tendência é que o treinador opte pelo lateral do Real Madrid como titular. A decisão deve ser anunciada na atividade de quinta, já em Kazan, palco do duelo de quartas de final.

Quem já está confirmado para participar do jogo é Douglas Costa, liberado para os trabalhos com bola a partir de terça-feira. Destaque na vitória sobre Costa Rica, o ponta ficará à disposição no banco de reservas.