Sindicato do Comércio Varejista de Guarujá e Vicente de Carvalho solicita apoio da prefeita para obter Carta Sindical

A diretoria do Sindicato esteve reunida com a prefeita, Maria Antonieta de Brito e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Portuário da Cidade, Adilson Luiz de Jesus

Comentar
Compartilhar
11 NOV 201312h47

A prefeita de Guarujá, Maria Antonieta de Brito recebeu em seu gabinete, na última semana, a diretoria do Sindicato do Comércio Varejista de Guarujá e Vicente de Carvalho. Na oportunidade, o presidente do Sindicato, Hassen Hammoud solicitou apoio da prefeita para obtenção da carta sindical.

O documento é o ato de concessão pelo Ministério do Trabalho, da personalidade jurídica sindical para as entidades que cumprem as formalidades exigidas pela lei, tornando pública a sua existência e habilitando-as para a prática de atos sindicais, tais como a representação da categoria e a negociação coletiva.

Para o Sindicato do Comércio Varejista de Guarujá e Vicente de Carvalho, a carta sindical é necessária por conta da arrecadação sindical obrigatória que, deste modo, passa a ser destinada para uma entidade representativa de classe no próprio Município, e não para Santos, como acontece atualmente, dando maior legitimidade e forte representatividade sindical local.

A prefeita Antonieta destacou que já vem discutindo o assunto de formação de sindicatos de outras categorias na Cidade e se colocou à disposição para auxiliar no que for preciso. “Inclusive estive, recentemente, em tratativas com o Ministério do Trabalho para ajudar um Sindicato de nossa Cidade neste sentido. Estive conversando também com a equipe de esporte e recreio. Estamos avançando”.

Sindicato do Comércio Varejista de Guarujá e Vicente de Carvalho e Prefeita (Foto: Pedro Rezende/PMG)

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Portuário, Adilson Luiz de Jesus, frisa que a indicação já foi realizada pela prefeita e que o registro sindical é importante para a Cidade. “O nosso objetivo é ajudar o Sindicato no que for possível. A obtenção desta carta significa o fortalecimento da representatividade do comércio local de nossa Cidade”.

Após apresentar a diretoria do Sindicato, Hassen destacou à prefeita a relevância do pleito. “Muita gente não acreditava no órgão, e agora só nos resta conseguir a carta sindical. No entanto, precisamos do apoio da prefeita e com certeza será de grande importância para a nossa entidade”.

O diretor de Desenvolvimento do Comércio, Serviços e Indústria, Luiz Carlos Pacheco, resalta que a garantia do documento ao Sindicato “é o meio mais legítimo de garantir a representatividade desta entidade ”.

Também participaram da audiência a secretária-adjunta de Desenvolvimento Empresarial, Eliane Belfort, e o presidente do Conselho do Sindicato, Volnei Masotti e seus diretores Mário Oshiro e Jorge dos Santos.