X

Já os representantes da prefeitura disseram que a postura da empresa não se justifica, seja no que se refere ao contrato, seja no que se refere às multas. No primeiro caso, lembra que desde 1975 a Sabesp presta serviços à Cidade sem contrato formal e que vem mantendo tratativas com a concessionária, inclusive fazendo inspeções em suas instalações.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

PROJETO ONDAS

Guarujá completa 88 anos e Jojó Olivença reforça amor pela cidade que proporcionou seu maior sonho

Baiano radicado no município criou o Projeto Ondas, beneficiando mais de 700 crianças e adolescentes

Solidariedade

Garoto de 8 anos colabora com campanha de arrecadação de tampinhas em PG

Material será usado para aquisição de cadeiras de rodas

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software