Santos esbarra em inconsistência para ser postulante ao título

Se vencer o São Paulo, sábado (28), reduz a vantagem corintiana para três pontos e coloca pressão no líder

Comentar
Compartilhar
25 OUT 2017Por Folhapress18h01
Santos só venceu duas vezes nos últimos seis jogosSantos só venceu duas vezes nos últimos seis jogosFoto: Divulgação/Santos FC

O maior adversário do Santos, vice-líder do Campeonato Brasileiro com 53 pontos, é a inconsistência. São seis jogos de invencibilidade da equipe, mas apenas duas vitórias (Atlético-GO e Palmeiras).

A instabilidade está também fora de campo. Após o empate com o Sport, no Recife, em 16 de outubro, o presidente Modesto Roma Júnior pensou em demitir Levir Culpi, mas aceitou a promessa do elenco de que o time reagiria no torneio.

Na manhã seguinte, os muros da Vila Belmiro foram pichados com mensagens contra diretoria e jogadores. Nas últimas três rodadas, o Santos teve chance de conseguir 100% de aproveitamento. Empatou no Pacaembu com o Vitória e saiu de campo vaiado. Ganhava do Sport até os minutos finais e cedeu a igualdade. Tivesse vencido as duas partidas, estaria a dois pontos do Corinthians.

"A cobrança que está havendo é inadmissível. Pensei em sair por conta própria", disse o técnico.

Se vencer o São Paulo, sábado (28), reduz a vantagem corintiana para três pontos e coloca pressão no líder, que entra em campo no dia seguinte para visitar a Ponte Preta. Isso dependerá da capacidade de Levir Culpi estabilizar o time na reta final do Brasileiro.