Sam Taylor-Johnson deixa franquia Cinquenta Tons de Cinza

Diretora deixa projeto que inclui dois filmes baseados nos outros dois livros da trilogia após problemas com a autora E. L. James

Comentar
Compartilhar
27 MAR 201514h00

Sam Taylor-Johnson desistiu de dirigir as duas sequências da série 'Cinquenta Tons de Cinza'. A saída do projeto foi confirmada pela própria diretora do filme após rumores de desentendimentos com a autora dos livros E.L. James.

"Dirigir Cinquenta Tons de Cinza foi uma jornada intensa e incrível pela qual estou profundamente grata. Eu preciso agradecer os estúdios Universal por isso. Eu construí relações próximas e duradouras com o elenco, com os produtores e especialmente com Dakota Johnson e Jamie Dornan. Embora eu não retorne para dirigir as sequências, desejo muito sucesso para a pessoa que aceitar o desafio de dirigir o segundo e o terceiro filmes", disse a diretora.

Johnson teria desistido da franquia por se sentir "engessada" na direção de Cinquenta Tons de Cinza. As intervenções da autora, E. L. James, na produção teriam aborrecido Sam Taylor-Johnson que não teria tido liberdade para dirigir o filme do seu jeito.

Desentendimentos com a autora E.L. James teriam sido a causa da saída de Sam Taylor-Johnson da franquia (Foto: Divulgação)

No Brasil, 'Cinquenta Tons de Cinza' estreou no dia 12 de fevereiro. A trama gira em torno da relação sadomasoquista do magnata Christian Grey (Jamie Dornan) com a estudante Anastasia Steele (Dakota Johnson).
O longa arrecadou US$ 500 milhões em todo o mundo em menos de dois meses de exibição. Apesar do sucesso, tanto o livro quanto o filme pecam na química entre os protagonistas. A obra e o filme apresentam um casal que tem uma relação superficial tanto romântica quanto sexual.

Além de 'Cinquenta Tons de Cinza', E.L. James escreveu "Cinquenta Tons Mais Escuros" e "Cinquenta Tons de Liberdade". O lançamento da versão para o cinema de "Cinquenta Tons Mais Escuros" está previsto para 18 de fevereiro de 2016. E "Cinquenta Tons de Liberdade" tem estreia prevista para 16 de fevereiro de 2017.

Dakota e Jamie pedem cachês milionários para seguirem na franquia

Após o mega sucesso de "Cinquenta Tons de Cinza", os protagonistas Dakota Johnson e Jamie Dornan, agora famosos, querem renegociar seus contratos com a Universal para seguirem na franquia, reivindicando cifras milionárias.

Dakota Johnson e Jamie Dornan receberam US$ 250 mil cada um para atuar no filme (Foto: Divulgação)

Cada um recebeu "apenas" US$ 250 mil para atuar no longa, com um bônus fixo extra que não foi divulgado, mas certamente algo como uma gota no mar de US$ 500 milhões arrecadados. É esperar para ver o pronunciamento da Universal Pictures, que também deve rever a interferência da autora nos próximos projetos.