Presidente da Caixa será o 8º integrante da gestão Temer no governo Doria em SP

Nelson de Souza presidirá um grupo três estatais, de diferentes áreas

Comentar
Compartilhar
28 DEZ 2018Por Agência Brasil19h30
Doria já chamou sete ministros e ex-ministros de Temer para fazer parte de seu governoDoria já chamou sete ministros e ex-ministros de Temer para fazer parte de seu governoFoto: Divulgação/Fotos Públicas

O governo de João Doria (PSDB) em São Paulo anunciou nesta sexta-feira (28) mais um integrante do alto escalão da gestão de Michel Temer (MDB), o atual presidente da Caixa Econômica Federal, Nelson de Souza. 

Ele presidirá um grupo três estatais, de diferentes áreas: a Emplasa (Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano), a CPOS  (Companhia Paulista de Obras e Serviços) e a Codasp (Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo). 

Ele é o oitavo integrante do alto escalão do governo Temer na gestão de Doria, que durante a campanha atacou Paulo Skaf (MDB) pela ligação com o presidente. 

Doria já chamou sete ministros e ex-ministros de Temer para fazer parte de seu governo. O último deles foi o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira Filho, que vai comandar a Investe SP, agência paulista de promoção de investimentos.

Os ministros Gilberto Kassab (Casa Civil), Henrique Meirelles(Fazenda), Rossieli Soares (Educação), Sérgio Sá Leitão (Cultura), Alexandre Baldy (Transportes Metropolitanos), Vinícius Lummertz(Turismo) também serão secretários estaduais a partir do próximo ano.

De acordo com a equipe de Doria, ele foi convidado para "maximizar a contribuição dessas instituições para o desenvolvimento do Estado de São Paulo".

Doria pretende também fundir e fechar estatais, num projeto de enxugamento da máquina. A CPOS, por exemplo, é uma das empresas na mira desse plano. 

O novo presidente das estatais  começou a carreira na Caixa Econômica Federal em 1979. Ele ocupou vários cargos no banco e, em abril de 2018, chegou ao cargo de presidente.