X

Vale lembrar que Capistrano foi precursor da rede de policlínicas, liderou o processo de municipalização da Saúde, implantou a distribuição do coquetel de medicamentos anti-aids, de preservativos e de seringas descartáveis para usuários de drogas, medida que hoje faz parte da política nacional de redução de danos aos dependentes químicos e fez de Santos o primeiro município a criar registro de casos de câncer, para traçar uma estratégia de prevenção e enfrentamento à doença e fechou a Casa de Saúde Anchieta, decretando o fim das celas fortes e do eletrochoque, desmontando uma estrutura asilar desumana para o tratamento em saúde mental, entre outras medidas, que transformaram a cidade de Santos em referência nacional e internacional na área da Saúde.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Itanhaém abre agendamento para todas as crianças de 9 a 11 anos

As imunizações iniciam já neste sábado (22), no Posto Volante de Vacinação (Secretaria de Turismo), na Rua Aécio Menucci, 281, Centro

Polícia

Suspeito de participação no assassinato de policial militar de Praia Grande é preso

Uma equipe de Patrulhamento de Ações Especiais da PM recebeu a informação de que um carro da marca Volvo, flagrado na cena do crime, estava circulando por Santo André com destino a cidade de Ribeirão Pires

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software