O que é Educação Financeira

Em tempos de crise, muitas pessoas têm se interessado por um assunto muito importante: educação financeira

Comentar
Compartilhar
23 ABR 2017Por Da Reportagem14h00

Afinal, qual a melhor forma de investirmos nosso dinheiro, alcançarmos alguma rentabilidade e realmente nos saímos bem em meio à situação atual do país?
Para mais informações a respeito deste assunto, conversamos com Bruno Frota, coaching e consultor financeiro. 
Segundo ele, a educação financeira é importante porque precisamos saber como se ganha, como se gasta e como se investe o dinheiro. “Para alcançar seus objetivos, você precisa estipular, ao menos um período de sua vida, em que precisa fazer um ‘algo a mais’ daquilo tudo que você já faz hoje.” diz Bruno Frota.
Ele nos fornece um exemplo: “seu trabalho, suas atividades que te trazem um retorno financeiro, estão satisfazendo plenamente suas conquistas? Ou você percebe que pode fazer um algo a mais?”.
Ainda segundo o consultor financeiro, podemos aumentar o nosso potencial quando nos permitirmos dentro de nossas condições, pensar e agir fora dos padrões tradicionais. Dessa forma as reflexões de um trabalho adicional, uma carreira paralela ou um “Plano B”, deixa a pessoa mais confortável.
As condições para ganhar dinheiro são iguais, mas o que vale é a cultura de almejar conquistas e objetivos. Não necessariamente precisamos começar com muito, mas começar o planejamento é o primeiro passo, a execução e a dedicação vão lhe trazer o sucesso. 
Por isso, determine seus objetivos, crie metas, analise sua situação financeira e melhore progressivamente, mas não seja refém do dinheiro, faça dele uma viabilidade para o seu sucesso colocando em prática seus planos.
Viva de forma perene uma plenitude com alta performance todos os seus caminhos e suas conquistas, assim abrirá novos horizontes, novos planejamentos muito mais prazerosos para se dedicar. Para cada conquista pessoal, uma comemoração, uma celebração com todas as pessoas que lhe ajudam a construir o seu sucesso!
As pessoas são financeiramente independentes quando tem o seu próprio estilo de vida e realizam atividades e projetos que acreditam valer à pena, sem depender de um salário ou uma única renda.