Maurício faz alarde?

Comentar
Compartilhar
24 NOV 2017Por Da Reportagem00h00

A Secretaria de Educação do Estado está refutando a atitude e vê como lamentável o posicionamento do prefeito de Peruíbe em relação a quebra do convênio da merenda. Em nota à coluna Contraponto, informa que é de conhecimento da administração municipal que não há possibilidade de os estudantes sofrerem com a falta de mantimentos no ano letivo de 2018. Caso a desistência do convênio ocorra, os alunos da cidade receberão alimento diretamente do Estado, como já acontece com cerca de 1,7 milhão de estudantes, diariamente. “A medida de criar alarde entre pais e estudantes não é responsável, tão pouco verdadeira”.