Janot 'fez seu papel' ao pedir prisão de cúpula do PMDB, afirma Temer

O presidente interino também voltou a negar que haja um plano para impedir as investigações da Operação Lava Jato

Comentar
Compartilhar
22 JUN 2016Por Folhapress13h00
Janot 'fez seu papel' ao pedir prisão de cúpula do PMDB, afirma TemerJanot 'fez seu papel' ao pedir prisão de cúpula do PMDB, afirma TemerFoto: Agência Brasil

O presidente interino Michel Temer afirmou que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, "fez seu papel" ao pedir as prisões de líderes do PMDB e disse que "não vale a pena" pedir seu impeachment, como cogitou o presidente do Senado, Renan Calheiros.

"Acho que o procurador fez o papel dele -embora eu não saiba quais foram suas razões, possivelmente ele está motivado por depoimentos que tem em suas mãos. E o ministro Teori [Zavascki, do STF, que recusou os pedidos] também fez o dele adequadamente. No instante que começamos a perceber que temos que obedecer e enaltecer a atividade das instituições estaremos aprimorando uma tentativa do que eu chamo de reconstitucionalizar o país", afirmou o peemedebista em entrevista à rádio Jovem Pan.

Temer também voltou a negar que haja um plano para impedir as investigações da Operação Lava Jato e disse que não vê uma "disposição conspiratória" no Congresso.

Ele ainda elogiou a atuação dos parlamentares e comemorou as recentes vitórias de seu governo como a aprovação da DRU (Desvinculação das Receitas da União).

"Temos uma base muito consolidada no Senado, que há muito tempo não se via. Por exemplo, a DRU, que não era votada há mais de 11 meses e conseguimos aprovar em 2 semanas o que. Precisávamos de 308 votos, conseguimos 344", disse.

O interino afirmou também que deve anunciar em breve um acordo de renegociação da dívida dos Estados com o BNDES, "principalmente daqueles que construíram estádios para a Copa". Na semana passada, o Planalto anunciou a renegociação das dívidas estaduais com a União, mas a pendência com o banco estatal ficou de fora do acordo anunciado.