Ilhas Fiji sinônimo de paraíso

Se você pretende escapar do estresse e da correria do dia a dia, o seu lugar é Fiji

Comentar
Compartilhar
29 MAI 2016Por Da Reportagem14h20
Cercada de muitos recifes e corais, as ilhas Fiji são banhadas pelo Oceano Pacífico que oferece maravilhoso espetáculo sob suas águasCercada de muitos recifes e corais, as ilhas Fiji são banhadas pelo Oceano Pacífico que oferece maravilhoso espetáculo sob suas águasFoto: Divulgação

 Ilhas Fiji é o destino da moda. Localizadas na Oceania, trata-se de um complexo de mais de trezentas Ilhas banhadas pelas águas azuis esverdeadas do Oceano Pacífico, sendo que somente cento e cinco delas são habitadas, mas abrigam alguns dos resorts mais luxuosos do mundo. 

As duas maiores ilhas são Viti Levu onde destacam-se Suva, Nadi, Denarau, Coral Coast e Pacific Harbour; e Vanua Levu.

A capital de Fiji é Suva, que fica a oeste da ilha de Viti Levu, ali se encontra o centro político e administrativo, abrigando também o maior porto daquela região. É uma cidade moderna e sofisticada, contando inclusive com a Universidade do Pacífico Sul.

Os fijianos valorizam a sua cultura e a sua história, preservando edifícios e o Museu Fiji é quase que uma passagem obrigatória para quem visita a cidade. 

Apesar de prezar pela preservação de sua cultura, os fijianos convivem bem com outras tendências, tanto que em Suva pode-se verificar uma pluralidade cultural, representada por diversos centros culturais e a existências de templos religiosos diversos. A Catedral Romana data do início do Século X.

Como não poderia deixar de existir, o Mercado Municipal é parada imperdível. As inúmeras e coloridas barracas oferecem diversidade de produtos locais, sendo que os mais apreciados são as especiarias e pratos da culinária, composto em sua maioria por peixes e outros frutos do mar. O destaque fica por conta do esmerado preparo e do tempero local. 

O mercado também é lugar para comprar souvenires e os famosos “presentinhos” para quem ficou em casa. O artesanato geralmente é composto de peças esculpidas em coral, olaria e tecidos; pareôs coloridos, túnicas e peças de joalheria chamam muito a atenção, principalmente das mulheres.

Há quem garanta que o paraíso é ali, dada à abundância da natureza e suas belezas, sem contar o próprio mar que oferece espetáculo a parte. 

O lugar está preservado principalmente por causa da cultura local. Os habitantes das ilhas consideram o seu território sagrado e, assim, não pode ser vendido a estrangeiros. 

Isso não quer dizer que os fijianos não gostem de turistas estrangeiros, ao contrário. Eles mantêm simpáticas pousadas e hotéis elegantes. Tais instalações são confortáveis e muito belas, embora comportem poucos apartamentos. E ainda tem os chalés, bastante apreciados pelos visitantes. Como acontece em todos os lugares, sempre existem empreendedores mais abastados e mais ousados, por isso a existência de resorts luxuosos.

Devido à exuberância da natureza, Fiji é o lugar certo para as atividades ao ar livre. Cercada por inúmeros recifes, são ideais para os esportes aquáticos e as praias foram descobertas pelos amantes do surfe por causa da excelente arrebentação das ondas. 

Bom, para quem não gosta muito de esportes na água, as trilhas em solo firme são um grande espetáculo. Montado em uma bicicleta, ou caminhando, é possível explorar as estações arqueológicas. 

O solo vulcânico é uma grande atração. Adentrando na floresta, se pode apreciar cascatas gigantes e ainda se deparar com simpáticas povoações isoladas que sempre recebem os visitantes com alegria e boa vontade. No entanto, é sempre de bom tom ao chegar a estes locais, procurar pelo responsável pela povoação e pedir permissão para visitar o local e tirar fotos. Pedidos que não são negados, mas é necessário fazê-lo. São costumes que devem ser respeitados pelo visitante.

Para chegar nas ilhas Fiji uma das opções é viajar até a Nova Zelândia e de lá seguir para lá, também se pode viajar via Estados Unidos ou via Austrália. Turistas brasileiros não precisam de vistos, sendo necessário passaporte válido por seis meses. É bom tem a carteira de vacinas em dia e na mala não se esquecer de roupas leves e repelentes e a moeda vigente é o Dólar de Fiji.

O clima é agradável o ano todo, sendo a melhor época de maio a outubro. Você gostou da ideia de conhecer um lugar exótico, com natureza praticamente intacta, então fale com uma agência de viagens e planeje o seu passeio ao ar livre.