Huck acha

Comentar
Compartilhar
26 OUT 2017Por Da Reportagem00h00

O Ministério Público Federal (MPF) já solicitou a execução da sentença que condena Luciano Huck ao pagamento de indenização no valor de R$ 40 mil por danos morais coletivos e estragos ao meio ambiente. A decisão remonta o ano de 2011, quando o apresentador foi processado pelo órgão para retirada das boias que impediam o acesso à sua casa na Ilha das Palmeiras, em Angra, no Rio de Janeiro. À época, ele alegou que o cerco se destinava à maricultura, ou seja, o cultivo artificial em ambientes aquáticos de água salgada. Huck acreditava que a praia era dele.