Fundo Social promove encontro de encerramento do ano com entidades e voluntários

A atividade contou com um desfile de assistidos da Apaag e apresentação de balé do Círculo Roda Dançante

Comentar
Compartilhar
19 DEZ 201316h39

O Fundo Social de Solidariedade de Guarujá promoveu, na terça-feira (17), um encontro de encerramento de ano com cerca de 70 entidades e voluntários. Na oportunidade, os adolescentes assistidos pela Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Guarujá (Apaag) fizeram um desfile vestindo as camisetas produzidas no projeto “Arte estampando possibilidades” e crianças do Círculo de Integração Roda Dançante fizeram uma apresentação de balé.

O encontro foi aberto pelo assessor Sandim Gomes, conduzindo uma reflexão sobre a importância do trabalho voluntário nas instituições e o atual momento do ano. “Estamos nos aproximando do Natal e não tem jeito de passar esta data sem lembrarmos do aniversariante, Jesus. Todos nós reconhecemos que Deus é Pai. Por isso, pedimos que a vontade Dele prevaleça no nosso pensamento. O voluntário cansa e muitas vezes para. Muitos voluntários devem ser como missionários, que cansam, param, mas retomam a sua causa. Ninguém é tão forte quanto todos nós juntos”, relatou Sandim.

A presidente do Fundo Social, Elizabete Gracia da Fonseca, e a secretária municipal de Coordenação Governamental, Eliane Ribeiro, deixaram uma mensagem aos participantes, reforçando o papel de cada um na construção de uma sociedade mais justa e solidária. “Vocês são nossos braços nas comunidades mais carentes e nos ajudam neste trabalho com a população mais vulnerável, por meio das entidades, cursos de qualificação e voluntários. No Natal, olhamos com mais carinho e atenção para o nosso próximo, mas vocês olham o ano inteiro, de janeiro a dezembro. Por isso vocês são: a nossa esperança e o Fundo Social não tem vida sem vocês”, disse a presidente.

Representando a chefe do Executivo no ato, a secretária de Coordenação Governamental salientou que “a prefeita Antonieta tem um olhar humano sobre as questões sociais e reconhece que este é um grande trabalho para construir uma sociedade mais fraterna, justa, solidária, um Guarujá melhor para todos”, disse Eliane.

Ao fim do evento, foi realizado o desfile de camisetas feito pelos adolescentes assistidos pela Apaag. As peças são confeccionadas no projeto “Arte estampando possibilidades”, uma parceria do Fundo Social de Solidariedade de Guarujá, com o Fundo Social do Estado e a entidade assistencial. A rede municipal viabilizou a doação do maquinário à instituição para realizar o projeto com os alunos autistas e seus familiares.

De acordo com a coordenadora da Apaag, Paola Buck, a parceria viabilizou a implantação do projeto, que hoje conta com 15 autistas e cinco pessoas da comunidade fazendo as aulas três vezes por semana. “A parceria oferece a condição de dar oportunidade de trabalho e geração de renda para estas pessoas. Desenvolvemos ainda ações de saúde mental neste trabalho e eles adoram”, disse.

Paola conta que, com a iniciativa, foi possível celebrar outra parceria com a Petrobras para destinar recursos humanos, como professores, para dar as aulas no curso. “Este é outro projeto, o “Trabalho é Vida”, que complementa o primeiro”, esclareceu.

Para encerrar o encontro, as crianças do Círculo de Integração Roda Dançante fizeram uma apresentação de balé aos participantes.