X
Brasil

Franquia de escola de inglês promete faturamento de R$ 25 mil por mês

Formato home based não precisa de muito investimento e é tendência após a pandemia

Franquia de escola de inglês oferece aulas remotas ou na casa do aluno / Divulgação/Top English

Com um investimento inicial de R$ 45 mil, já inclusos taxa de franquia e capital de giro, é possível ter a sua própria escola de inglês, com faturamento médio mensal entre R$ 20 mil e R$ 25 mil. Ao menos é o que promete a Top English, uma franquia no formato home based.

Em tal formato, o aluno que não pode, ou não quer ir até a escola, não precisa se preocupar, pois a escola oferece aulas de inglês, de modo on-line, com professor em tempo real. As turmas podem ser formadas com pessoas em diversas partes do mundo, mas se o aluno preferir aulas presenciais, tem a liberdade de escolher o melhor local para que o professor vá ao seu encontro.

“Por ser home based os custos operacionais fixos são extremamente baixos, já que não tem aluguel, funcionários e taxas inerentes a operação física de uma escola”, explica o fundador da rede Dilson Kossoski.

Segundo ele, diferentemente dos métodos tradicionais de negócios, ao adquirir uma franquia da escola, o empresário torna-se um master franqueado e os professores parceiros são os franqueados que pagam os royalties para ele, sendo que não há limite de professores parceiros. “O master franqueado opera o negócio físico e presencialmente. Ele vai cuidar de todos os aspectos do negócio, da parte administrativa, comercial, até o corpo docente”, completa.

O prazo de contrato a franquia é de 60 meses e o retorno do investimento costuma se dar entre 12 e 18 meses.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Mundo

Homem procura hospital com projétil de canhão no ânus e médicos acionam equipe antibomba

O objeto tem 17 cm de comprimento e 6 cm de largura

Santos

Santos realiza caminhada de conscientização sobre HIV/Aids neste sábado

Os pedestres, que devem trajar uma peça de roupa ou acessório na cor vermelha, seguirão até a Praça das Bandeiras

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software