Filme sobre 104 anos da rivalidade entre Santos e Corinthians será exibido no Museu Pelé

Documentário Preto no Branco, do cineasta Joaquim Teixeira, será exibido entre os dias 4 e 9 de abril

Comentar
Compartilhar
29 MAR 2017Por Da Reportagem17h56

De um lado, o futebol arte e a magia da fábrica de craques da mística Vila Belmiro. Do outro, o time das multidões, da raça e da paixão desmedida da Fiel,  torcida que tem um time. E, contando a história do mais antigo clássico paulista, clipes em clima de paz e bom humor com os rappers Ice Dee, Xis, Criminal D e Fernandinho Beat Box, alvinegros da Vila e do Itaquerão.

Os quase 104 anos da rica rivalidade entre Santos e Corinthians estão no filme ‘Preto no Branco’, do cineasta Joaquim (Kim) Teixeira, que estréia em Santos na próxima terça-feira (4), em sessão às 12h no Museu Pelé (Largo Marquês de Monte Alegre, 1, Valongo), para convidados. No dia 5, haverá sessão às 15h para o público, que, de 6 a 9, contará também com projeção às 12h. A exibição do filme integra a programação alusiva aos 105 anos do Santos FC, a serem completados no próximo dia 14.   

PERSONAGENS - Repleto de personagens e lances inesquecíveis, ‘Preto no Branco’ registra desde a história do primeiro jogo, em 22 de junho de 1913, e apresenta depoimentos de astros como Pelé, Coutinho, Pepe, Carlos Alberto, Renato, Robinho, Diego e Robert. “Tivemos a sorte de gravar em 2013 com Mário, que esteve na final de 1935, quando o Santos conquistou o primeiro título de campeão paulista, dois anos antes de ele falecer”, comentou Kim.

Com 88 minutos de duração, o documentário conta ainda com depoimentos de jornalistas, historiadores e torcedores, além de cinco clipes exclusivos. A intenção do cineasta foi resgatar a harmonia entre as torcidas e o respeito ao adversário, e propôr a convivência pacífica. “O esporte perdeu um pouco desse respeito e está difícil transmitir valores”, reconhece Kim, que há 25 anos produz audiovisuais, 10 dos quais dedicados ao segmento esportivo.