Extrema violência

Comentar
Compartilhar
06 NOV 2018Por Da Reportagem00h00

Entre as justificativas para proposta, Salgado destaca os recorrentes casos de violência registrados em áreas escolares. “Embora as discussões sejam inerentes às relações humanas, não há motivos para permitir a ocorrência de manifestações extremas de violência, como tem sido verificado”, enfatiza Salgado. O projeto de lei segue agora para a análise do prefeito Válter Suman (PSB), a quem caberá sancioná-lo ou vetá-lo.