Evento consolida ambiente de negócios no setor

Feira dedicada ao segmento de tecnologia e equipamentos portuários reuniu os principais players do setor em Santos

Comentar
Compartilhar
25 OUT 201310h18

A primeira edição da InfraPortos South America, a única feira na América do Sul dedicada à tecnologia e equipamentos para portos e terminais, mostrou que a perspectiva de aumento de investimentos privados no segmento portuário já aqueceu o mercado, que está em busca constante por inovação e soluções. Isso é o que foi possível conferir nos três dias do evento, realizado entre os dias 22 e 24 de outubro, no Mendes Convention Center, em Santos, e que reuniu um público formado, principalmente, por players com alto poder de decisão nas organizações.

Um dos pontos fortes da InfraPortos, na opinião de expositores e visitantes, foi concentrar empresas dedicadas a desenvolver soluções em equipamentos e serviços para a atividade portuária em geral. “Para nós, isso foi fundamental. Encontramos muitos clientes em potencial e, principalmente, profissionais qualificados e com a função de decidir pela escolha de um serviço ou produto. E olha que foi só a primeira edição”, destacou Arthur Briggs, gerente da Mampaey, empresa holandesa especializada em sistemas de amarração, atracação e reboque, que acaba de fundar uma subsidiária no Brasil.

Opinião semelhante tem o executivo de Contas e Novos Negócios da Head Tecnologia Integrada, Reinaldo Machado de Oliveira.  “Fizemos contatos novos e com qualidade, porque a feira foi bem focada. Mas o mais importante é que conseguimos esclarecer para potenciais parceiros sobre a necessidade das empresas se adequarem às regulamentações da Receita Federal no que diz respeito a questões de segurança. Isso vai gerar uma demanda por serviços, que podemos atender. Saímos da InfraPortos bem empolgados com os resultados que esperamos colher a partir daqui”, explicou. 

Juliano Neto, gerente de Território da IBM Brasil, esteve na InfraPortos com a Mainline, parceira da multinacional na comercialização de servidores, soluções de armazenamento, software e serviços. “A IBM tem muito interesse no setor portuário, que está em franca expansão no País. Este clima de inovação é o que procuramos e o nosso objetivo é o de tornar o porto cada vez mais ´inteligente` com os nossos serviços. A feira foi muito importante para encontrar os clientes e fortalecer as parcerias”, disse. Fortalecer parcerias também foi a meta da Kalmar, especializada na automação de terminais e na movimentação de contêineres. “Essas mudanças no marco regulatório dos portos está atraindo o interesse de muitas empresas, ampliando a competição. A feira foi muito importante porque pudemos apresentar novos produtos e serviços para um público especializado e com interesse e poder de investimento”, disse a executiva da empresa, Bruna Lima.

Foram três dias de eventos: do dia 22 até ontem (Foto: Ivan Ferreira/InfraPortos)