X
ONLINE

Encontro dos 'Doutores da Alegria' debaterá direitos de crianças e adolescentes

Conversa acontecerá através do Facebook e no canal do YouTube da associação e será mediada por Daiane Carina, advogada e diretora de Relações Institucionais dos Doutores da Alegria

A Escola Doutores da Alegria promove mais um evento online da série de encontros culturais entre participantes da associação e convidados / Divulgação

A Escola Doutores da Alegria promove mais um evento online da série de encontros culturais entre participantes da associação e convidados. A sessão ao vivo acontece nesta terça-feira (26), às 19h30, e terá a participação da vereadora de São Paulo Erika Hilton.

Com o tema “Infâncias e Juventudes: Urgências para a garantia de direitos”, a conversa acontecerá através do Facebook e no canal do YouTube da associação e será mediada por Daiane Carina, advogada e diretora de Relações Institucionais dos Doutores da Alegria.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Erika Hilton, que é presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de São Paulo, foi a vereadora mais votada do país em 2020, com mais de 50 mil votos, e é a primeira mulher trans eleita para o cargo.

Neste mês de outubro, a vereadora negra e transverstigênere ganhou dois importantes reconhecimentos: o prêmio Most Influential People of African Descent (Mipad), apoiado pela ONU, e a inclusão na lista de “Líderes da próxima geração” pela revista Time. Essa lista de 20 nomes tem apenas duas brasileiras, Erika Hilton e a cantora Iza. Já no prêmio Mipad, ela foi a única brasileira vencedora na categoria “Política e Governança”, ao lado de outras 24 figuras públicas de países como Nigéria, Estados Unidos, Gana, Austrália, México e Canadá.

Durante o ano, temas relevantes e que perpassam os valores da associação serão discutidos na série, considerando a arte e a cultura como fios condutores de todos os diálogos. Esta edição dos encontros culturais é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e dos Doutores da Alegria.

HISTÓRICO.
Doutores da Alegria é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que introduziu a arte do palhaço no universo da saúde, intervindo junto a crianças, adolescentes e outros públicos em situação de vulnerabilidade e risco social em hospitais públicos. Fundada em 1991 por Wellington Nogueira, transita pelos campos da saúde, da cultura e da assistência social e reforça a cultura como um direito de todos. 

Desenvolve o Programa de Palhaços em 12 hospitais de São Paulo e Recife. No Rio de Janeiro, com o projeto Plateias Hospitalares, mantém uma programação artística permanente e diversa em sete hospitais. A Escola Doutores da Alegria traz formações diversas para o público em geral e para artistas e, entre suas iniciativas, se destaca o Programa de Formação de Palhaço para Jovens.

O trabalho da associação Doutores da Alegria, gratuito para os hospitais, é mantido por doações de empresas e de pessoas físicas, tanto por recursos próprios quanto por recursos advindos por meio das leis de incentivo fiscal. Os recursos das contribuições permitem a continuidade e a expansão das atividades e da estrutura do grupo, a realização de atividades de formação, oficinas e o aprimoramento técnico dos artistas. Para contribuir com a manutenção do trabalho, basta acessar o site ou pelo Facebook (/Doutores).

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Neymar vence prefeitura de Santos em briga judicial

A Neymar Sport e Marketing tem como sócios Nadine Gonçalves e Neymar da Silva Santos, pais do atleta do Paris Saint-Germain e da Seleção Brasileira

Brasil

Governo: Mário Frias contrata por quase R$ 4 milhões empresa sem licitação e sem funcionários

A sede da empresa seria uma caixa postal em um escritório virtual a 2.400 km do Rio de Janeiro

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software