Em Guarujá

Comentar
Compartilhar
14 DEZ 2018Por Da Reportagem00h00

Foi aprovado o projeto de lei complementar, de autoria do vereador Juninho Eroso (PP), que prevê a majoração, em mais de oito vezes, do valor máximo das multas ambientas que são aplicadas pela Prefeitura. De R$ 60 mil que atualmente estão previstos nessa legislação, o valor-teto pode chegar a R$ 500 mil, caso a proposta seja sancionada pelo prefeito Válter Suman (PSB). Quanto ao valor mínimo previsto, de R$ 1 mil, o projeto não altera esse piso, que continuará mantido. Eroso defende a necessidade de atualização dos valores praticados, tendo em vista que os infratores, quase sempre, são grandes empresas, que obtém lucros muito além das sanções que lhe são impostas. “Os valores atualmente praticados são ínfimos para as empresas”, destaca o parlamentar.