Eletrodomésticos de design arrojado ( parte II)

Tomas Tenoury e Jonatan Tenoury dão dicas de como utilizar eletrodomésticos com design arrojado

Comentar
Compartilhar
03 ABR 201412h27

Quanto às cores, têm se observado várias tendências. Por um lado, é comum ver utensílios como geladeira, fogão e liquidificador cromados. É um tom que confere modernidade. Em outros casos, o que predomina é o preto, algo impensável há 60 anos. “O mais importante é que todos os produtos estejam na mesma linguagem. Se for de inox, coloca tudo de inox, para que o ambiente desenvolva uma identidade”, sugere Morbin.

Aliás, os anos 50 servem de inspiração para a decoração da cozinha. São os eletrodomésticos estilo vintage, com cara de antigo. Além do desenho mais cheio de curvas, itens como a geladeira vêm em tons pastel, como antigamente. Ou ainda, em versões coloridas. O público que opta por esse tipo de produto tem perfil mais descontraído.

Essas concepções estéticas opostas têm um ponto em comum, a tecnologia. Não importa se a geladeira ou o fogão lembra os da casa da vovó ou dos Jetsons, eles possuem tudo o que se exige de uma peça atual: mecanismos que permitem economia de energia unidos aos clichês tecnológicos, como luzes de LED, controle de funções por tela sensível ao toque e programação de desligamento automático.

 O público que opta por esse tipo de produto tem perfil mais descontraído (Foto: Divulgação)