X

A vereadora Telma de Souza (PT) fez uma análise e cobra do Executivo mais transparência. “Seis meses depois de extinguir a versão impressa do Diário Oficial, o cidadão ainda sente os efeitos desta decisão que não ouviu a população. Essa ausência de diálogo, somada à pouca instrução do Executivo aos munícipes sobre o novo modo de acesso aos atos oficiais, configuraram em uma série de reclamações onde quase sempre a falta de transparência é citada”, afirma a parlamentar.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Anvisa aguarda dados da Pfizer sobre variante delta para decidir sobre vacina para crianças

Ministério da Saúde prevê, no plano de vacinação do próximo ano, imunizar 70 milhões de crianças, o que depende de aprovação da agência

Saúde

Cubatão reduz para 4 meses o intervalo da dose adicional da vacina

A nova orientação vale para todas as pessoas a partir de 18 anos que tomaram as duas doses há pelo menos 120 dias

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software