X

Copa do Mundo 2018

Croácia é 1ª seleção da história a sobreviver a três prorrogações em Copa

Em 21 edições de Copa do Mundo, a seleção também foi a segunda obrigada a encarar três prorrogações seguidas

Folhapress

Publicado em 11/07/2018 às 20:50

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A Croácia venceu a Inglaterra por 2 a 1 nesta quarta-feira / Divulgação/Fifa

A vitória por 2 a 1 sobre a Inglaterra nesta quarta-feira (11) coloca a Croácia na história das Copas de várias formas. Além da presença inédita na final do Mundial, a seleção dos Bálcãs se torna a primeira desde 1934 a sobreviver a três prorrogações em uma única edição.

Em 21 edições de Copa do Mundo, a Croácia foi a segunda seleção obrigada a encarar três prorrogações seguidas: a Inglaterra tinha sido a única, em 1990. A Bélgica de 1986 e a Argentina de 2014 também jogaram três, mas não de forma seguida. De todas as equipes citadas, a croata é a única a vencer o cansaço em seus três jogos e seguir viva no Mundial.

Na Rússia, a curiosidade é que a Croácia sempre empatou por 1 a 1 nos 90 minutos, para depois resolver sua vida na prorrogação ou nos pênaltis. Após vencer o grupo D, os croatas pegaram a Dinamarca nas oitavas, fase na qual o 1 a 1 perdurou desde o minuto 4 até o final dos 120 -a classificação saiu nos pênaltis.

Depois, nas quartas, a situação foi semelhante: o 2 a 2 com os anfitriões da Copa teve mais emoção, com dois gols na prorrogação e nova vitória nos pênaltis. Nesta quarta, contra a Inglaterra, os pênaltis não foram necessários.

No estádio Lujniki, em Moscou, o inglês Trippier abriu o placar em uma cobrança de falta magistral aos cinco minutos. O empate croata se deu pelos pés de Perisic, que se adiantou à marcação e deu um golpe de caratê aos 23 do segundo tempo. A igualdade se manteve nos 90 minutos, e o gol de Mandzukic aos 11 da prorrogação garantiu a vaga na final da Copa.

A Croácia enfrenta a França às 12 horas (de Brasília) deste domingo (15), em jogo que vale o título mundial. Os croatas chegam à decisão tendo jogado 90 minutos a mais que os franceses, em parcelas de 30 em cada tempo extra do mata-mata.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

Armado com uma espada, homem invade hospital e ataca segurança; assista

Apesar do ataque, o segurança não ficou ferido e retirou o agressor da unidade médica

Cotidiano

Vacinação da gripe será antecipada para março

A estratégia costuma acontecer entre os meses de abril e maio, mas, neste ano, terá início no dia 25 de março, devido a uma "antecipação da circulação de vírus respiratórios"

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter