Como comprar um imóvel sem acumular dívidas

eja as dicas de economistas que entendem do assunto, principalmente quando a compra do imóvel for realizada através de financiamento

Comentar
Compartilhar
26 MAI 201415h05

É comum ouvir por aí que colocar um sonho em prática requer muito esforço, e com a compra do imóvel não é diferente.

Para facilitar veja as dicas de economistas que entendem do assunto, principalmente quando a compra do imóvel for realizada através de financiamento:

1. Entenda o Mercado:
A valorização dos imóveis, principalmente nas capitais, tem dificultado a vida de quem deseja sair da casa dos pais ou do aluguel. E se por um lado existe a boa notícia da queda dos juros imobiliários, por outro, os preços dos imóveis somente aumentam.

Parece "economês", mas é preciso ficar bem atento às informações do mercado na hora de correr atrás da casa própria. Até porque o comportamento dele não é homogêneo. Em uma mesma cidade, por exemplo, cada bairro pode ter uma tendência diferente.

"Recomenda-se que as pessoas definam primeiro onde querem morar e quanto podem pagar por isso. Conhecer a cidade é fundamental e, às vezes, é preciso abrir mão do sonho de morar em determinado bairro, porque os preços estão proibitivos”.


 comum ouvir por aí que colocar um sonho em prática requer muito esforço, e com a compra do imóvel não é diferente. (Foto: Divulgação)

2. Poupe, poupe, poupe!
Comprar o primeiro imóvel requer planejamento, e muito! Por isso, antes mesmo de visualizar a casa ou o apê prontinho, procure poupar mais do que de costume. "Esse valor das economias vai fazer a diferença na hora de dar entrada no imóvel. A proporção deve ser de, no mínimo, 20% do valor total".

É importante lembrar também que a maioria dos bancos só aceita ????inanciar 80% do imóvel e, quanto maior o valor da entrada, menores as parcelas a pagar por mês.

3. Liberte seu perfil Negociador:
Familiarizado com o mercado e tendo as finanças em dia, é chegada à hora de começar as buscas pelo imóvel. Ao entrar em contato com proprietários ou imobiliárias, é fundamental deixar claro o que está procurando e a expectativa de valores.

Outra dica é nunca aceitar de cara os preços anunciados, porque nem sempre eles refletem o valor real do imóvel.

"Sempre recomendo a quem está comprando pela primeira vez que converse com pessoas independentes das imobiliárias, para entender a região e avaliar se aquele imóvel vale o que está sendo pedido. Outra recomendação é pedir que amigos também entrassem em contato com seu corretor para saber se houve diferença de preço de um anúncio para outro".