X

A proposta segue um dos princípios da Comissão Nacional da Verdade (CNV), que foi criada com a finalidade de efetivar o direito à memória e à verdade histórica, assim como promover a reconciliação nacional. A ideia é que as empresas locais colaborem abrindo seus arquivos para que o Ministério Público e a sociedade civil possam prosseguir com as investigações diante do fim da CNV. Um dos grupos de trabalho trouxe a informação que mais de 80 companhias do País estão envolvidas em envolvidas em espionagem e delação de quase 300 funcionários durante a ditadura civil-militar.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ARTE

Em Peruíbe, professor leva conforto e alegria a escolas com pinturas artísticas

Trabalho é feito para deixar os espaços mais aconchegantes para estudantes e funcionários

Franquia de escola de inglês promete faturamento de R$ 25 mil por mês

Formato home based não precisa de muito investimento e é tendência após a pandemia

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software