X

A aprovação do projeto de lei que institui a Escola Sem Partido, da vereadora Andressa Sales (PSB), líder do prefeito Válter Suman, pela Câmara de Guarujá, já chegou a esfera policial. Um blogueiro teria sido ameaçado por se posicionar contra a iniciativa e registrou um boletim de ocorrência na delegacia sede do Município. A iniciativa vem causando muita revolta de educadores e lideranças do Município, contrárias à verdadeira censura e ingerência que a proposta impõe à Educação. O Ministério Público poderá ser acionado caso o prefeito Válter Suman sancione a lei.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Guarujá

Força-Tarefa de Guarujá atende uma ocorrência de perturbação de sossego por hora

Média corresponde ao período de 20 de outubro a 20 de novembro, no qual foram atendidos 805 chamados dessa natureza em Guarujá

Brasil

Morre a atriz Mila Moreira aos 72 anos, no Rio de Janeiro

Causa da morte não foi divulgada

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software