Automotor - MXF 250 TS, o som do coração - 21 de fevereiro de 2021

Por: Edmundo Dantas, da AutoMotrix

Um motor de dois tempos executa em um movimento, o ciclo completo de admissão, compressão, combustão e exaustão. O formato dá mais potência, além de sonorização própria. Esse ano, o lançamento do primeiro motor comercial de dois tempos, criado pelo engenheiro escocês Dugald Clerk, faz 140 anos. Após gerar clássicos, a tecnologia continua a ser desenvolvida por algumas marcas, como a MXF Motors do Brasil, que em 2018 lançou seu primeiro modelo de 250 cilindradas com a motorização: a 250 TS, desenvolvida com parceiros dos EUA, Austrália e Rússia. Agora, a fabricante lança a linha 2021 da 250 TS.

O lançamento da montadora de motos off-road paranaense mantém como vantagem a simplicidade construtiva. O motor de dois tempos de 224 cm³ refrigerado a água e válvula eletrônica controlada por CDI, tem menos peças móveis, trazendo respostas e aumento de giro mais rápidos, garantindo alta potência. Com partida elétrica e por pedal, a versão 2021 chega com componentes e acessórios melhores. Entre as atualizações há novas curva e ponteira do escape e novos conjunto de suspensões, protetor de bengalas BMS Full Racing, pinhão com onze dentes, CDI e servo motor. O tanque tem 8 litros de capacidade e mais autonomia. Farol em leds, válvula de escape eletrônica, painel digital multifunção, ventilador de radiador com termostato, reservatório de expansão do líquido de arrefecimento, protetor de motor e link integrado são itens de fábrica na MXF 250 TS.

Uma nova flange na admissão otimiza a admissão da mistura dando melhor torque e desempenho. O protetor de bengala BMS Full Racing reforça a proteção das suspensões dianteiras. As suspensões foram reformuladas e trazem nova genética de laminação, trabalho de redução de atrito interno, novo ajuste de pré-carga da mola e novos retentores, bronzinas internas, mola traseira, dutos internos, o-rings internos, by-pass nas válvulas dianteiras e traseiras para melhor performance nos terrenos. Os freios são hidráulicos, com pistão duplo e discos ventilados.

Com quadro em aço cromo molibdênio de alta resistência, a 250 TS tem 2,18 m de comprimento, 83 cm de largura e 1,30 m de altura, com entre-eixos de 1,49 m e altura do assento de 94 cm. O peso seco é de 111 kg e a capacidade de carga é de 150 kg. O preço sugerido é de R$ 31.500, e o modelo já está nas revendas da marca.