Atividade física no inverno

É justamente pensando em afastar a preguiça, levando em conta os benefícios da prática de atividade física durante o inverno, que abordaremos esse assunto

Comentar
Compartilhar
19 JUN 2016Por Da Reportagem14h00
Foto: Divulgação

O inverno é uma estação deliciosa para comer: chocolates, fondues, sopas, feijoadas e massas estão entre as preferências da época. Mas isso não acontece sem motivo. O fato de sentirmos vontade de ingerir alimentos mais fortes e gordurosos é uma necessidade do corpo em relação ao frio. Por outro lado, sair da cama mais cedo, nessa época, para praticar atividade física dá uma preguiça...

Em primeiro lugar, é necessário lembrar que a frequência, o volume e a intensidade da atividade física, que é de seu costume, não deve se alterar durante o inverno. Isso significa que você deve continuar praticando seus exercícios de costume de três a cinco vezes por semana; que o exercício deve ocupar entre trinta minutos e uma hora (com exceção de atletas, em que o tempo da prática de atividade física é maior); e que nesse período de prática você deve manter a quantidade do exercício que costuma fazer no seu cotidiano.

Os benefícios da atividade física durante o período mais frio do ano não são diferentes dos benefícios da prática durante as outras estações do ano. O que ocorre é que como a ingestão calórica aumenta bastante durante o frio, as pessoas tendem a engordar. Assim, ao deixar de praticar a atividade física, o aumento de peso tende a ser ainda maior.

No mais, aumenta a disposição para as práticas cotidianas; há uma clara sensação de bem-estar, devido ao aumento de endorfina; há o aumento das capacidades cardiorrespiratórias do praticante; e a manutenção da força muscular.

No entanto, se por um lado os benefícios da atividade física no inverno são bem próximos aos do verão, por outro, os cuidados que se deve ter para efetivar a prática são diferentes. É preciso que o período de aquecimento seja de vinte minutos, em média, além do alongamento, para prevenir contrações musculares, mais comuns nessa época do ano; o uso de roupas leves, mas que aquecem o praticante, também merece atenção; não se esquecer da hidratação do corpo, fundamental em qualquer época do ano, mas ainda mais importante no inverno, em que o tempo é bastante seco.