Até quando?

Comentar
Compartilhar
04 JUL 2018Por Da Reportagem00h00

O gasto de mais de R$ 700 mil com o ­Centro de Cultura Patrícia Galvão foi levado a plenário pelo vereador Rui De Rosis (MDB), que questiona a despesa com o projeto da obra que não tem prazo para iniciar nem verba ­destinada. O ­questionamento do vereador refere-se ao contrato firmado com a ­empresa Katinsky, pago com o ­Governo do ­Estado e que ­recebeu aval para criar e ­modificar o que desejar, o que ­impossibilita prever o custo estimado da obra.