X

Interrompendo Avelino por mais de uma vez, Comin disse que a lei, de fato, iria prejudicar centenas pessoas e revelou que a Administração voltou atrás por conta da repercussão negativa na Cidade e pela pressão dos ambulantes. “O projeto era para tirar os ambulantes da praia. Esse novo projeto foi apresentado de afogadilho, contrariando o regimento interno da Casa, que exige 24 horas de prazo para uma avaliação de um novo projeto. Então, vou ficar atento para que os ambulantes não sejam prejudicados em função disso”.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Procon de Santos fiscaliza descontos e faz autuações no Black Friday

Nove fiscais - seis do Procon-Santos e três da Regional do Procon-SP - passaram por unidades de lojas como Carrefour, Fast Shop, Extra, Magazine Luiza, Renner, Lojas Cem, entre outras

Santos

Encosta de morro santista recebe cortina de concreto para contenção

O Morro do Fontana, em Santos, está passando por obras de contenção, para sanar os problemas provocados pelo deslizamento de terra durante as fortes chuvas do ano passado

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software