Acessibilidade: banheiros adaptados

Os banheiros adaptados atendem a quem utiliza cadeira de rodas, aparelhos ortopédicos, próteses e também a quem precisa de apoio

Comentar
Compartilhar
04 ABR 201415h26

As adequações de mobilidade, exigidas por lei, devem ser implantadas em todos os espaços públicos ou privados. A acessibilidade tem de ser pensada de uma maneira ampla, universal e é uma questão que envolve toda a sociedade. Apesar de a acessibilidade estar prevista em legislação federal, estadual e municipal,além de possuir diversas normas técnicas regulamentadas,muitos espaços públicos e empreendimentos imobiliários não atendem às exigências nesta área.

Os banheiros adaptados atendem a quem utiliza cadeira de rodas, aparelhos ortopédicos, próteses e também a quem precisa de apoio, como idosos e crianças. Os sanitários para portadores de deficiência física devem ser facilmente acessados, ficando próximos das circulações principais e sinalizados. As normas quedevem ser obedecidas estão na NBR 9050 (Acessibilidade de Pessoas Portadoras de Deficiências a Edificações, Espaço, Mobiliário e Equipamentos Urbanos).

O banheiro é um dos maiores desafios diários para pessoas com necessidades especiais, sobretudo para os cadeirantes.Por isto, a reforma ou construção da casa onde vivem, requer um projeto especial. Qualquer pequeno detalhe facilita ou dificulta muito o acesso e a independência do cadeirante.

O banheiro é um dos maiores desafios diários para pessoas com necessidades especiais, sobretudo para os cadeirantes (Foto: Divulgação)

Veja uma relação do que não pode ser esquecido:

- Dimensão: o ideal é 1,50 m X 1,70 m mas poderá medir
1,50 m X 1,50 m (média mínima e neste caso a porta deve ter 1 m
de largura); O espaço livre no banheiro deve ser suficiente para
manobrar a cadeira (para o giro de 360º, é necessário um diâmetro
de 1,5 m livre);
- Portas: precisam ter a largura de no mínimo 80 cm;- Maçanetas: devem ser do tipo alavanca;- Lavatório: deve ser suspenso e sua borda superior deveestar entre 78 e 80 cm de altura em relação ao piso acabado, devendo a parte inferior ser livre de obstáculos e respeitar a altura livre mínima de 73cm;
-Torneiras: devem preferencialmente ser do tipo pressão e os misturadores mono comando (tanto na pia quanto no chuveiro);
- Papeleira: altura entre 50 e 60 cm a partir do piso ;
- Cabideiros: devem ficar entre 80 cm e 1,20 m do piso;
- Barras de apoio: São necessárias barras de apoio em todo banheiro, para uso do chuveiro, do vaso e da pia; as barras laterais:altura 75cm a partir do piso acabado (medidos pelo eixo de fixação), comprimento mínimo 80 cm;
- Chuveiro: registros e misturadores devem ser do tipo alavanca, preferencialmente mono comando e instalados a 45cm da parede de fixação do banco e a 1m de altura em relação ao piso acabado. Deve haver ducha manual, na qual deve haver o controle de fluxo da água e a ducha deve ser instalada a 30cm da parede de fixação do banco a altura de 1 m do piso acabado;
- Portas dos boxes: devem ter no mínimo 0.80cm de largura, mas se for possível é preferível não haver porta. O espaço do box deve ter 1,50 x 1,50 m;
-Válvula de descarga: altura máxima 1 m e se possível com alavanca ou mecanismos de acionamento automático;
- Assentos dos vasos sanitários: tem que estar a uma altura de 46 cm do piso;
- Espelho: a base inferior deve estar no máximo a 90 cm do piso e a altura da borda superior deve estar a no mínimo 1,80 m do piso acabado;
- Armários: mínimo 30 cm do piso, deixando livre a extremidade inferior. Altura máxima 1,20 m a partir do piso e puxadores e fechaduras entre 80 e 100 cm;
- Dispositivo de Sinalização de Emergência: poderá ser instalado perto do box ou da bacia a uma altura de 40 cm do piso, para acionamento em caso de queda;
- Desnível máximo para o piso: 1,5 cm (acima desta medida deve ser tratado como rampa);