X

A recente nomeação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) para ministra do Trabalho foi obtida após uma reunião no Palácio do Jaburu entre Temer e o pai dela, o ex-deputado Roberto Jefferson, presidente nacional do partido e condenado pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão – em março de 2016, ele obteve o perdão da pena. Jefferson chorou ao fazer o anúncio. Assim como o presidente Temer, a ministra escolhe a dedo quem apoia, como a foto acima mostra. Vale lembrar Cristiane foi condenada em 2016 a pagar uma dívida trabalhista de R$ 60,4 mil a um motorista que prestava serviços para ela e para sua família

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Futebol

Recuperado da covid-19, Carille comanda treino, mas não irá a campo neste sábado

Carille só poderá comandar o Santos no clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, às 21h35, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela terceira rodada do Estadual

Política

Lula celebra fim do caso tríplex e ataca Moro

A juíza Pollyanna Alves, da 12ª Vara Federal Criminal de Brasília, arquivou o processo contra o ex-presidente em decisão tomada nesta quinta-feira (27). Na ação, o ex-presidente era acusado de lavagem de dinheiro e corrupção

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software